Alterações climáticas e doenças transmitidas por vetores: abordagens metodológicas

Objectivos

São objetivos desta Unidade Curricular que os alunos adquiram conhecimentos avançados sobre os principais insetos vetores de doenças aos humanos e respetivos mecanismos de transmissão para que, baseados em várias metodologias do tipo “hands on”, sejam capazes de:
1. Delinear metodologias para a recolha de informação ambiental e parâmetros bioecológicos e comportamentais de insectos com importância médica.
2. Utilizar, autonomamente, ferramentas Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na modelaçãoda distribuição destes vectores.
3. Elaborar modelos preditivos de distribuições atuais e futuras de insetos vetores de doenças aos humanos e saber discutir os resultados obtidos em termos das suas consequências epidemiológicas.

Caracterização geral

Código

1290031

Créditos

2

Professor responsável

Carla Sousa

Horas

Semanais - Se a UC for oferecida como opcional, o horário será disponibilizado no 2º semestre

Totais - 34

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável

Bibliografia

• Wernsdorfer W.H. (1988).Malaria. Principles and practice of malariology. Churchill Livingstone Inc. London. UK.
• Franklin, J. and Miller, J.A. (2009) Mapping species distributions: spatial inference and prediction. Cambridge University Press Cambridge.
• Elith, J. and Leathwick, J. (2009) Species distribution models: ecological explanation and prediction across space and time. Annual Review of Ecology, Evolution, and Systematics, 40, 677697. [free access]

Método de ensino

Aulas teóricas e teórico-práticas.
Orientação tutorial.
O ensino desta Unidade Curricular será baseado no método expositivo, traduzido em 5 aulas teóricas; e nos métodos demonstrativo e ativos, aplicado em 7 aulas teórico-práticas.
Haverá ainda sessões de orientação tutorial de apoio ao estudo autónomo, auxílio na resolução das fichas de avaliação e na preparação do trabalho escrito.

Método de avaliação

• Fichas de avaliação aplicadas em sistema Moodle. Ponderação 25%.
• Elaboração de um modelo preditivo de distribuição de vetores de acordo com dados fornecidos pelos docentes, apresentado sob a forma de um trabalho escrito de cerca de 2000 ± 200 palavras (excetuando gráficos e bibliografia). Ponderação 75 %.

Conteúdo

I. Principais insetos vetores de doenças humanas: sua bioecologia, etiologia e distribuição.
II. Mecanismos de transmissão das principais patologias e relevância da entomologia na sua epidemiologia.
III. Introdução à utilização de SIG e exemplos da sua aplicação na modelação da distribuição de insetos vetores de doenças.
IV. Efeitos das variáveis ambientais na bioecologia/etologia de vetores, utilizando como modelo os culícideos.
V. Recolha e preparação de dados biológicos e ambientais necessários à modelação da distribuição de vetores.
VI. Implementação de um modelo preditivo estatístico para a distribuição de vetores e métodos de validação.
VII. Cenários de alterações climáticas e alterações biológicas decorrentes dos primeiros. Modelação de distribuições futuras de vetores vs alterações climáticas.
VIII. Implicações epidemiológicas dos modelos de distribuição de vetores obtidos no que se refere às principais doenças transmitidas por mosquitos vetores.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: