Vertentes da investigação

Objectivos

Aquisição das bases teóricas, históricas e metodológicas do desenvolvimento da atitude racionalista, bem como a compreensão dos decorrentes instrumentospara a investigação. No final desta unidade curricular os alunos devem ser capazes de:
1. Capacidades de rigor intelectual, lógica de raciocínio, crítica da informação e das suas IGNOREes, aprendizagem autónoma.
2. Curiosidade intelectual, atitude inquisitiva e crítica.
3. Conhecimento da evolução do pensamento racionalista.
4. Capacidade de apreender a evidência científica com base nas principais abordagens dos métodos de investigação, quantitativos e qualitativos.
5. Compreensão da natureza da ciência, dos tipos de criação do conhecimento.
6. Capacidade de colocação das questões no contexto histórico e cultural.
7. Capacidade de balanço crítico racionalidade-moralidade.
8. Domínio dos fundamentos epistemológicos para a crítica da noção de verdade.
9. Compreensão dos imperativos éticos, nomeadamente na investigação clínica e animal e conhecimento dalegislação, normas e procedimentos.

Caracterização geral

Código

5787027

Créditos

3,5

Professor responsável

Filomena Pereira

Horas

Semanais - A definir entre o estudante e o docente responsável

Totais - 39

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não se aplica

Bibliografia

• Descartes, R., “Discurso do Método”
• Althusser, L., “Filosofia e filosofia espontânea dos cientistas”, Ed. Presença, 1976.
• Popper, K., “The Logic of Scientific Discovery”, 1934, ISBN 0-415-27844-9
• Sokal, A. e Bricmont, “Imposturas Intelectuais”, Gradiva, 1999
• Artigos diversos de Skeptic, http://www.skeptic.com
• Textos e excertos dos epicuristas, de Francis Bacon, de Espinosa, de Kant, de Bertrand Russell.
• Ensaios e artigos sobre temas polémicos do momento.

Método de ensino

Aulas teóricas mínimas, de introdução e enquadramento. Sessões teórico-práticas, interativas, informais.
Orientação tutorial.

Método de avaliação

Avaliação contínua, tendo em conta as capacidades de compreensão, organização mental, iniciativa, reveladas durante os seminários e as discussões tutoriais. Exame final escrito.

Conteúdo

I. Racionalidade científica: Abundância atual de informação e dificuldade de crítica. Contexto: épocas de crise, milenarismos, conspirações, esoterismos. Falácias. Aspetos essenciais da ciência: quantificação, amostragem, isenção, objetividade. Observação, classificação, experimentação, teorização. Modelação e predição. Serendipidade. Verdade científica: em função da escala; filosofia da ciência de Popper, refutação-falsificação. O método científico. Racionalismo: da Antiguidade às Luzes e aos modernos. Lógica formal e dialética. Ciência e humanismo, hoje.
II. Integridade intelectual; noção e consequências de plágio.
III. Bibliografia e bases de dados. Escrita: artigos, protocolos, projetos, relatórios.
IV. Bioética: Teorias, princípios, métodos. Temas em foco: dignidade na morte, aborto, procriação medicamente assistida, diagnóstico e manipulação genética. Direitos dos doentes e participantes em estudos clínicos. Legislação e regulação; órgãos institucionais. Discussão de casos e de jurisprudência.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: