Seminário em Saúde Ambiental e Ocupacional

Objectivos

– Compreender os aspetos da Saúde Ocupacional e da Saúde Ambiental como questões globais de Saúde Pública;

– Caracterizar as influências exercidas por fatores de natureza ambiental e profissional na saúde humana e das inter-relações entre a herança ambiental e o património genético;

– Planificar e avaliar ações, atividades e programas de prevenção dos riscos ambientais e ocupacionais, no contexto das políticas de Saúde Pública

– Participar na caracterização das influências exercidas por fatores de natureza ambiental e profissional sobre a saúde humana e compreensão dos seus mecanismos fisiopatológicos;

– Participar em processos de inovação tecnológica intervindo no desenvolvimento de um ambiente mais saudável e seguro;

– Conhecer e compreender as tecnologias de prevenção da ocorrência de danos na Saúde das populações e dos indivíduos resultantes da exposição a fatores de risco de natureza ambiental e ocupacional.

Caracterização geral

Código

9284

Créditos

12.0

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - 146

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Frequência do Programa de Doutoramento em Saúde Pública

Bibliografia

– ACOEM – A Practical approach to Occupational and Environmental Medicine. USA: Library of Congress, 2nd ed., 1994.

– BARRY S. LEVY; DAVID H. WEGMAN – Occupational Health: recognizing and preventing work-related disease and injury. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins, 4th ed., 2000.

– Santé Canada – “La Santé et l’ Environment”, Santé Canada. Otawa, 1999.

– World Health Organisation – “Environmental Health in Emergency and disasters”, the Organisation. Geneva, 2002.

– Comissão Científica do Programa de Doutoramento: Guião do protocolo de tese de doutoramento, 2014

Método de ensino

− Ensino à distância;

− Discussão de casos, revisão bibliográfica sistemática e estudo de casos;

− Ensino tutorial de desenvolvimento de um projecto.

Método de avaliação

- Componente teórica da especialidade (6 ECTS): A Saúde Ocupacional e Ambiental no contexto da Saúde Pública e os fatores de Risco para a Saúde oriundos de matrizes ambientais, incluindo a do trabalho.

- Componente relativa à elaboração do protocolo de tese de doutoramento (6 ECTS): Apresentação do protocolo perante um júri composto pelo Coordenador do Seminário da Especialidade, pelo tutor e por um membro da comissão científica do programa de doutoramento. Para ser admitido à fase de tese o discente deve ter nesta componente uma classificação mínima de 14 valores.

Conteúdo

1. A Saúde Ambiental e Ocupacional no contexto da Saúde Pública; Documentos de referência internacionais; Saúde Ambiental e Ocupacional em políticas públicas; Indicadores de Saúde Ambiental e Ocupacional;

2. Factores de Risco para a Saúde oriundos de matrizes ambientais: água, solo e ar – factores químicos, físicos e microbiológicos;

3. Metodologia geral de diagnóstico e prevenção das doenças profissionais: a análise do trabalho; o diagnóstico das situações de risco; a selecção dos indicadores mais adequados e o planeamento, e controlo de programas de prevenção. Os conceitos de “vigilância médica” e de “vigilância ambiental” integrados em programas de prevenção de riscos profissionais.

4. Conceitos de (in)aceitabilidade do risco. O conceito de ALARP. Os conceitos de vigilância epidemiológica e individual das pessoas expostas, incluindo a monitorização e vigilância médica e ambiental;

5. Vulnerabilidades das metodologias de estudo. Novas doenças profissionais e relacionadas com o ambiente: problemas acrescidos para a sua prevenção

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: