Especialidades Médicas e Cirúrgicas II

Objetivos

O ensino será praticado com uma enorme exposição e contacto no seio da realidade clínica, sendo o aluno tratado como mais um membro da equipa.
Definiram-se os objetivos da aprendizagem para cada especialidade, seguindo a orientação do quadro abaixo, e os locais de ensino foram selecionados mediante a sua capacidade para conferirem as competências e Skills assim definidos.
Os alunos disporão de um LogBook, que espelha os objetivos de aprendizagem, e onde registarão os contactos e Skills realizados. Esse LogBook é da maior importância e inspirará a avaliação prática final.
Deve ser notado que, em cada hospital, os alunos buscarão, nas especialidades disponíveis, adquirir o maior número de competências, de skills e de contactos, treinando também as atitudes profissionais que lhes for possível, registando-as sempre no seu Log-Book. O docente que coordena as atividades  pedagógicas em cada hospital zelará pela boa distribuição dos alunos e centralizará, com o apoio dos professores de cada  serviço, as atividades de avaliação prática.
Haverá aulas teóricas sobre temas de síntese em formato exclusivo de e-Learning e aulas de discussão de casos clínicos em formato online e interativo. Pretende-se larga interdisciplinaridade, como em qualquer discussão clínica, e muita interatividade.
Os temas teóricos indicados para cada especialidade, visam orientar o estudo dos alunos, considerando-se matéria livre para efeitos de avaliação final.
A vastidão da matéria, o tempo disponível e as oportunidades de observação clínica que são variáveis, tornam hoje, como sempre, impossível lecionar toda a matéria.
Entende-se que a preparação dos médicos a formar deve ser muito exigente, até porque qualquer um de nós poderá ser defrontado com um doente com uma qualquer doença. A lista de matéria afixada compreende o portefólio mínimo necessário para essa preparação, sendo os conhecimentos adquiridos por um conjunto de aulas, experiência e demonstração vividas, e…estudo individual.

Caracterização geral

Código

11188

Créditos

15

Professor responsável

Professor Doutor José Fragata

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

 

Bibliografia

A bibliografia será apresentada por especialidade.

Método de ensino

A disciplina de EMC II será lecionada sob a forma de estágio de vivência hospitalar de várias especialidades, ao longo de 10 semanas, rodando os alunos por grupos de especialidades designados “Tutores A” e “Tutores B” durante estágios parcelares de 5 semanas. Cada bloco terá cerca de 43 a 46 alunos, que serão divididos, assimetricamente, pelos hospitais.
Da rotação das especialidades da UC de EMC2, são obrigatórias as rotações de Medicina Interna, Cirurgia Geral, Cirurgia Torácica, Pneumologia, Cardiologia, Urologia, ORL, Anestesiologia e Cirurgia Vascular e opcionais as de Cirurgia Cardíaca e Cirurgia Maxilo-Facial. Destas últimas, o aluno escolherá aquela que deseja frequentar.
É exigido ao aluno, durante o estágio prático, um trabalho de aquisição de conhecimento teórico a propósito de casos clínicos da sua vivência hospitalar. Assim pretende-se que o estágio prático tenha também como função estimular no aluno a necessidade de aprofundar os seus conhecimentos teóricos.
O horário das aulas práticas será entre as 8:30h e as 13h de 2ª a 6ª feira, havendo flexibilização no horário de entrada em função da organização interna própria de cada serviço que acolhe os alunos.
ASSINATURAS de PRESENÇAS: Diariamente, estarão disponíveis folhas de presença para assinatura nos locais de secretariado, a partir das 8:15h e até às 10.30h. Os alunos deverão proceder à assinatura antes de iniciar os estágios práticos e de modo a iniciar o estágio às 8,30h. Após o início do horário letivo só será permitida a assinatura mediante confirmação da presença no estágio efectuada pelo docente. A falha na assinatura diária contará como falta.
O LogBook individual do aluno deverá ser descarregado do “MOODLE” no início do ano letivo. As atividades descritas no LogBook são sujeitas a avaliação e serão classificadas pelos assistentes.
As aulas teóricas sobre temas de síntese, serão realizadas em modo e-Learning e estarão disponibilizadas no Moodle e as aulas teórico-práticas serão realizadas em formato b-Learning em plataformas interativas Zoom ou Teams.
De acordo com o calendário escolar,  o 1º semestre, decorre de 7 de Setembro a 2020 a 18 de Dezembro de 2020 , e o 2º semestre de 15 de Fevereiro  de 2021 a 4 de Junho  de 2021.
A disciplina de EMC II tem a duração total de 10 semanas.  As rotações intra-grupo, bem como os locais de ensino encontram-se descriminadas no quadro abaixo.
O ensino prático será feito em cada um dos hospitais da rotação. Conforme os docentes, haverá maior ou menor enquadramento teórico local. No entanto, privilegia-se o contacto com os doentes e a integração na prática clínica. Estas aulas práticas decorrem das 8h às 13h, de 2ª a 6ª feira.

Método de avaliação

A Avaliação será realizada ponderando os resultados da avaliação prática (40%) e teórica (60%).
A forma de avaliação prática será estruturada, considerando-se a análise e discussão final dos LogBooks, bem como outras formas de avaliação determinadas pelos coordenadores de cada especialidade.
Para se poderem apresentar a exame teórico, os alunos têm que obter uma avaliação prática positiva (igual ou superior a 10, em todos os estágios). As notas parcelares dos estágios serão disponibilizadas para consulta aos alunos nos moldes a deinir pela regência.
A nota prática tem validade de 1 ano.
A avaliação teórica consistirá num teste de escolha múltipla, ponderando o peso relativo de cada área da matéria.
1. A disciplina de EMC II tem como ilosoia a integração de competências médicas e cirúrgicas e este princípio deverá estar traduzido também no modelo de teste de avaliação.
2. É critério de exclusão de acesso ao exame teórico uma avaliação prática negativa em qualquer estágio i.e: os alunos têm que obter uma avaliação prática positiva (igual ou superior a 10, em todos os estágios).
3. Haverá dois exames, diferindo apenas nas questões referentes à especialidade opcional frequentada. No teste igurarão 100 perguntas sendo 10 questões sobre cada uma das seguintes áreas: Medicina Interna, Cardiologia, Pneumologia, Anestesiologia, Cirurgia Vascular, Cirurgia geral, ORL, Urologia, Cirurgia Torácica) e 10 perguntas acerca da rotação opcional que frequentaram. O tempo atribuído para a realização de prova é deinido pela Faculdade (80 segundos/questão). Cada pergunta tem 5 alíneas de resposta, sendo considerada como certa a alínea “single best answer”. As respostas erradas não descontam. Na eventualidade de anulação de uma questão, a sua cotação será distribuída pela totalidade do teste de acordo com as regras em vigor na Nova MS.
4. As perguntas serão calibradas de modo a discriminar níveis de conhecimentos, integrando matérias de áreas clínicas ains. As perguntas poderão emanar de uma pequena história clínica fornecida. Os testes serão realizados segundo as recomendações do método “MedQuizz”.
5. Os alunos deverão acertar pelo menos 50 em 100 respostas para serem aprovados na cadeira, independentemente da média da nota prática que tenham obtido.
A nota final resultará da seguinte média: 
 Nota do teste final: 60%
 Nota prática: 40%
As classificações serão numéricas e de zero a vinte valores.
As Melhorias de nota decorrerão nos prazos legais, conforme os regulamentos em vigor na FCM.
As provas de melhoria de nota consistem na realização de novo exame escrito que corresponderá a 100% da nota.
A realização de exame de melhoria de nota obriga a inscrição prévia nos Serviços Académicos, de acordo com o Regulamento da FCM.
As datas de exame serão determinadas pela Nova MS e publicadas no calendário de exames do 4º ano.
ASSIDUIDADE
Aplica-se o regime geral em vigor na FCM. Assim, serão de presença obrigatória as aulas práticas a decorrer nos diferentes serviços hospitalares, segundo as regras da Faculdade. Os alunos que não cumprirem o número mínimo de presenças em qualquer rotação não poderão completar a UC.
Não existe regime supletivo para alunos sem mínimo de assiduidade.
REVISÃO DE PROVAS
Aplicam-se os regulamentos gerais da Faculdade.

Conteúdo

Dada a complexidade e extensão da UC, apresentam-se os objetivos e conteúdos programáticos por especialidade.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: