Problemática da Modernidade Política no Portugal do Século XX: República, Estado Novo, Revolução

Objectivos

Pretende-se que os alunos alcancem uma visão geral das principais doutrinas políticas contemporâneas do século XX, fiquem a conhecer as principais obras do pensamento político contemporâneo sendo capazes de as analisar e interpretar no seu contexto histórico-cultural, adquiram conhecimentos e competências que possibilitem o aprofundamento do estudo das temáticas abordadas incluindo em contexto de história transnacional e multidisciplinar, desenvolvam competências para realizar investigação autonomamente – nomeadamente preparando-os para a elaboração e defesa da dissertação de mestrado, aprofundem a capacidade de integrar programas e ambientes de cooperação / colaboração numa área de investigação específica e/ou em cenários de interdisciplinaridade.

Caracterização geral

Código

722051161

Créditos

10.0

Professor responsável

Maria Fernanda Fernandes Garcia Rollo

Horas

Semanais - 3

Totais - 280

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A disponibilizar brevemente

Bibliografia

Dicionários de História da Primeira República, do Estado Novo, do 25 de Abril CATROGA, Fernando, A Geografia dos Afectos Pátrios - As Reformas Político-Administrativas (Sécs. XIX-XX), Almedina; Ensaio Respublicano, Almedina. FERREIRA, José Medeiros (dir.), Portugal em Transe, vol VIII da História de Portugal (dir. J. Mattoso), 1994. REIS, António, Portugal Contemporâneo, vols III, IV e V, ed. Alfa. ROSAS, Fernando, História de Portugal, vol VI, Círculo de Leitores; Portugal séc. XX: Pensamento e Acção Política, Lisboa, 2004. ROSAS e ROLLO, História da Primeira República, Tinta da China ROLLO, Maria Fernanda, Ciência, Cultura e Língua em Portugal no Século XX, com Maria Inês Queiroz, Tiago Brandão e Ângela Salgueiro, INCM, 2012; Portugal e a Europa, 65 anos de história. 25 Anos de Adesão, 3 vols, com J. M. Brandão de Brito e J F Amaral, Tinta da China, 2011 VALENTE, Vasco Pulido, A República Velha (1910-1917), Lisboa, ed. Gradiva, 1997.

Método de ensino

Regime de seminário compreendendo aulas teóricas e práticas, conferências e debates, pressupondo uma significativa participação dos alunos, apresentando e debatendo temáticas, textos e outros materiais. O Seminário é complementado, em regime extracurricular, por um quadro de atividades diversas, visitas de estudo, visionamento de materiais multimédia, e, quando as circunstâncias coincidirem, participação em colóquios e conferências e em projetos de investigação promovidos ou associados a unidades de investigação dedicadas à história contemporânea especialmente se realizados em contextos colaborativos.

Método de avaliação

Métodos de Avaliação - Ensaio escrito(40%), Participação(20%), Projeto investigação e Apresentação oral (30%+10%)(40%)

Conteúdo

Estudam-se neste Seminário problemáticas essenciais que acompanharam as principais conjunturas e transformações que caracterizaram o século XX português, considerando a articulação com as ex-colónias e as suas relações e inserção no contexto internacional, em particular europeu, numa perspectiva de história global. A partir da crise do liberalismo finissecular, percorrem-se os três tipos de regimes que se sucederam à queda da monarquia em 1910 observando em particular questões que se reportam à natureza política e ideológica dos regimes e das instituições; ao perfil e comportamento das elites políticas e sociais; à compreensão das conjunturas de rotura/viragem historicamente decisivas.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: