Análise e Teoria Musical - de 1815 a 1890

Objectivos

O estudante deve:
a) Desenvolver competências conceptuais e técnicas em análise, num conjunto escolhido de géneros musicais do século XIX;
b) Discernir as abordagens analíticas aos vários géneros musicais de acordo com os seus valores teóricos, em complemento com diferentes metodologias;
c) Obter capacidade de apreciação crítica em relação ao repertório musical considerado;
d) Conhecer as metodologias actuais de investigação, apresentação e comunicação de resultados de acordo com os padrões da disciplina.

Caracterização geral

Código

711021062

Créditos

6.0

Professor responsável

Luísa Mariana de Oliveira Rodrigues Cymbron

Horas

Semanais - 4

Totais - 168

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Recomendam-se conhecimentos prévios de harmonia e contraponto. 

Bibliografia

AGAWU, Kofi, Music as Discourse. Semiotic Adventures in Romantic Music, Oxford , OUP, 2008.

BYRNE, Lorraine, Schubert´s Goethe Settings, Ashgate, 2003.

Cook, Nicholas, A Guide to Musical Analysis, Oxford, Oxford University Press, 1987

Parker, Roger, “‘Insolite forme’ or Basevi’s Garden Path” in Leonora’s Last Act. Essays on Verdian Discourse, Princeton, Princeton University Press, 1997, pp. 42-60.

Parsons, James (ed.), The Cambridge Companion to the Lied, Cambridge, Cambridge University Press, 2004.

Powers, Harold, “La solita forma and the uses of convention”, Nuove Prospettive nella Ricerca Verdiana, Parma/Milão, Istituto di Studi Verdiani/Ricordi, 1987, pp. 74-109.

Rosen, Charles, The Romantic Generation, Harvard, Harvard University Press, 1995 (trad. portuguesa A Geração Romântica, S. Paulo, Edusp, 2000).

Tusa, Michael, “Euryanthe” and Carl Maria von Weber’s Dramaturgy of German Opera, Oxford, Oxford University Press, 1991.

Método de ensino

40% de aulas teóricas e 60% de práticas. As aulas práticas consistem na preparação, exposição e discussão de análises de peças do repertório a trabalhar. Estas aulas incluem trabalho de análise harmónica ao piano, audição e discussão de exemplos musicais.

Método de avaliação

Método de avaliação - Conjunto de trabalhos escritos, alguns deles apresentados também nas aulas. É valorizada a presença nas aulas.(50%), Teste escrito(50%)

Conteúdo

Introdução à teoria e análise da música do séc. XIX: esclarecimento de conceitos relevantes e dos valores que lhes são inerentes. Critérios de análise formal, melódico-rítmica e harmónica. Estudo aprofundado de um número limitado de peças representativas da música europeia oitocentista em articulação com a disciplina de História da Música (1820-1890):

  1. O Lied.
  2. A música para piano.
  3. Os modelos operáticos: o melodramma italiano e a ópera romântica alemã.
  4. A forma sonata, suas variantes e aplicação aos vários géneros instrumentais.
  5. O “poema sinfónico”
Repertório a analisar

 

  1. Schubert, Winterreise e outros Lieder soltos.
  2. Chopin, nocturnos e prelúdios; Schumann, Kinderzenen.
  3. Donizetti, Lucia di Lammermoor (excertos); Verdi, Rigoletto e Otello (excertos); Weber, Der Freischütz e/ou Euryanthe (excertos).
  4. Schubert, Sinfonias nºs 4 e 8, Mendelssohn, Concerto para violino e orquestra.
  5. Mendelssohn, A Gruta de Fingal,Liszt, Orpheus.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: