História de Portugal Moderno (Séculos XVII-XVIII)

Objectivos

No final da frequência com aproveitamento da unidade curricular, devem os alunos:
a) Compreender a História de Portugal Moderno após a Restauração, tendo em conta a sua inserção no espaço europeu e a sua dimensão imperial ultramarina.
b) Identificar os principais processos políticos, económicos, sociais e culturais que se desenvolveram em Portugal dos séculos XVII e XVIII.
c) Conhecer as principais interpretações historiográficas dos temas e problemas estudados.
d) Conhecer a bibliografia fundamental e ser capazes de trabalhar com documentos históricos da época.
e) Desenvolver a capacidade de comunicação oral e escrita, integrando o vocabulário e as categorias e conceitos relevantes.
f) Adquirir conhecimentos que habilitem o aluno a um prosseguimento aprofundado de estudos da História de Portugal na Época Moderna

Caracterização geral

Código

01100938

Créditos

6.0

Professor responsável

Jorge Miguel de Melo Viana Pedreira

Horas

Semanais - 4

Totais - 168

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não se aplica

Bibliografia

Costa, Leonor Freire (2011); Lains (Pedro) & Miranda, Susana Münch, História Económica de Portugal, 1143-2010, Lisboa: Esfera dos Livros.
COSTA, João Paulo Oliveira (2014) Rodrigues, José Damião & Oliveira, Pedro Aires, História da Expansão e do império português, Lisboa: Esfera dos Livros.
Godinho (1975), Vitorino Magalhães. Estrutura da antiga sociedade portuguesa. Lisboa: Arcádia, (nova ed. Lisboa: Edições 70, 2019).
Mattoso, José (dir.) (1993). História de Portugal Lisboa: Círculo de Leitores, vol. III, No Alvorecer da Modernidade, coord. Joaquim Romero Magalhães e vol. IV, O Antigo Regime, coord. António Manuel Hespanha.
PAIVA (2013) José Pedro & Marcocci, Giuseppe, História da Inquisição Portuguesa, 1536-1821, Lisboa: Esfera dos Livros.
Ramos, Rui (2009); Sousa, Bernardo Vasconcelos & Monteiro, Nuno G. História de Portugal, Lisboa: Esfera dos Livros.

Método de ensino

Será seguida uma orientação que concilie e articule a narrativa dos principais acontecimentos, com a análise das estruturas demográficas e económicas e das configurações sociais, políticas e culturais. Aulas teórico-práticas baseadas em exposições do docentes e na discussão de textos e documentos e na análise de fontes.

Método de avaliação

1. Uma prova de frequência final(70%), 2. Dois trabalhos escritos (5 páginas cada um) a realizar no final da II e no final da IV Partes do programa. Os trabalhos consistirão na resposta a uma questão (à escolha entre três apresentadas), com base na bibliografia indicada(30%)

Conteúdo

O programa organiza-se nos seguintes capítulos principais:
0. Introdução. A terrra e a gente. Uma sociedade rural. Os antecedentes da Restauração
1. A Restauração e D. João IV. Os conjurados. As cortes. A diplomacia e a guerra.
2. A Monarquia Aristocrática (D. Afonso VI e D. Pedro II). A sucessão. O governo dos conselhos. A construção da aristocracia. A sociedade e a pureza de sangue. Cultura, literatura e arte. Política e diplomacia.
3. A Monarquia Barroca (D. João V). O ouro do Brasil. A Igreja. Barroco e classicismo. O governo do rei e o absolutismo.
4. O Tempo de Pombal. O terramoto. A formação e a natureza do poder. As reformas pombalinas.
5. Da "viradeira" ao colpaso do império. Sob o signo da revolução francesa. A guerra. A retirada da corte para o Brasil.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: