Seminário de Tradução de Inglês

Objectivos

1. Desenvolver competências de investigação em Estudos de Tradução que habilitem o aluno a
a) realizar de forma autónoma um trabalho final sobre um tema do seu interesse científico, recorrendo a metodologias de investigação adequadas
b) demonstrar conhecimento das principais noções e debates actuais em Estudos de Tradução.
2. Desenvolver competências específicas em tradução numa área profissional de particular interesse do aluno, que o habilite a
a) traduzir textos complexos em condições exigentes, seguindo as normas profissionais vigentes
b) resolver desafios específicos da tradução
c) justificar as soluções encontradas recorrendo à metalinguagem adequada.
3. Desenvolver competências interpessoais e de prestação de serviços, que habilitem o aluno a
a) autoavaliar o seu processo de aprendizagem
b) regularmente atualizar as suas competências tradutórias
c) seguir padrões éticos e profissionais exigentes
d) interagir de forma construtiva com diferentes agentes da tradução.

Caracterização geral

Código

711160013

Créditos

12.0

Professor responsável

Hanna Marta Pieta Candido, Maria Zulmira Bandarra de Sousa Verissimo Castanheira

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - 336

Idioma de ensino

Inglês

Pré-requisitos

A UC será leccionada em inglês e português, envolvendo a prática da tradução de inglês para português. Por esta razão, impõem-se competências activas e passivas nestas linguas (nível C2).

Bibliografia

CEN. (2015). Translation Services: Requirements for translation services. BS EN ISO 17 100:2015. Brussels: CEN.
Gambier, Yves and Luc van Doorslaer. (2010-2021). Handbook of Translation Studies. Benjamins: Online (online).
Pym, Anthony. (2021). Translator Ethics. In Kaisa Koskinen & N. K. Pokorn (Eds.), The Routledge Handbook of Translation and Ethics. London: Routledge.
Saldanha, Gabriela and Sharon O’Brien. (2013). Research Methodologies in Translation Studies. London: Routledge.
Sandset, Tony Joakim. (2021). Translating Global Epidemics: The Case of Ebola. In Şebnem Susam-Saraeva & Eva Spišiaková (Eds.), The Routledge Handbook of Translation and Health (pp. online). London: Routledge.
Williams, Jenny and Andrew Chesterman. (2002). The Map: A Beginner’s Guide to Doing Research in Translation Studies. Manchester: St. Jerome.

Método de ensino

O método de ensino é essencialmente reflexivo, centrado no aluno e orientado para a problematização dos conteúdos programáticos do seminário. Num primeiro momento, de cariz teórico-prático, os seminários centrar-se-ão na análise crítica de trabalhos investigação em Estudos de Tradução. Numa segunda fase, de cariz eminentemente prático, os estudantes serão acompanhados (individualmente ou em pequenos grupos) na elaboração de um projecto final e de um portfólio digital. Ao longo do semestre, os alunos terão oportunidade de interagir com investigadores e profissionais da indústria, que serão convidados a realizar workshops, palestras ou a participar em discussões online sobre as boas práticas de investigação e boas práticas no mercado profissional da tradução. A UC tem uma forte componente digital, assegurada pela utilização de Slido, portfólio digital, videochamadas.

Método de avaliação

Métodos de Avaliação - -assiduidade (15%), -projecto de investigação(40%), -teste presencial -portfólio digital (15%+30%)(45%)

Conteúdo

O programa seré flexível e aberto à adaptação aos interesses científicos e profissionais dos alunos. Prevê abordar os seguintes tópicos:
1. Os Estudos de Tradução
1.1. Principais áreas, tipos de investigação e metodologias
1.2. Tópicos de investigação emergentes (incl. acessibilidade; literacia em tradução automática; localização; multimodalidade; tradução em contexto de crise; tradução e globalização; tradução indirecta)
2. A prática da tradução
Exercícios individuais e coletivos de tradução e revisão de um leque variado de textos (literários, técnico-científicos, audiovisuais, etc.), com recurso a convenções e ferramentas tecnológicas adequadas
3. O ecossistema profissional da tradução
3.1 Agentes de tradução (clientes, tradutores, revisores, gestores de projecto, associações, etc.)
3.2. Fluxos de trabalho e etapas de um projecto de tradução
3.3. Construção de carreira e aspectos comercial (formação, saídas e interacções profissionais, CV, portfólio digital, orçamento).

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: