Mestrado em Ensino de Inglês no 1º Ciclo do Ensino Básico

Objetivos educativos

- Lecionar autonomamente Inglês, segundo as exigências programáticas, numa perspetiva de investigação, reflexão e formação contínuas ao longo da sua futura prática profissional.
- Desenvolver a planificação, implementação e avaliação de práticas pedagógico-didáticas inovadoras.
- Desenvolver um conhecimento dos estudantes em contexto escolar, suas semelhanças e diferenças, particularmente das suas necessidades, comportamento e motivação.
- Desenvolver uma reflexão informada e crítica sobre o contexto educativo do Inglês nos anos iniciais de escolarização.
- Aprofundar os conhecimentos científicos, tecnológicos e (inter)culturais e a sua aplicação prática.
- Preparar autonomamente materiais que correspondam às necessidades dos alunos e a um uso comunicativo genuíno da língua.

Caracterização geral

Código DGES

M852

Ciclo

Mestrado (2.º Ciclo)

Grau

Mestre

Acesso a outros cursos

Ciclo de estudos conducente ao grau de doutor. Sobre as condições específicas de acesso aos cursos de doutoramento consulte-se os regulamentos dos cursos de doutoramento da FCSH/NOVA.

Coordenador

Rogério Miguel do Deserto Rodrigues de Puga

Data de abertura

2021-09-20

Número de vagas

20

Propinas

1200 Euros/ano

Horários

Presencial Pós-Laboral

Idioma de ensino

Português e Inglês.

Requisitos para obtenção do grau ou diploma

Duração: 3 semestres Créditos totais: 90 créditos (58 em unidades curriculares + 32 na componente não letiva).
Para a realização da componente não letiva conducente ao grau de mestre, o aluno realiza, nos termos do disposto na no Decreto-Lei n.º 79/2014, de 14 de maio, a iniciação à prática profissional a que são atribuídos 32 créditos (28 ECTS correspondem às Prática de Ensino Supervisionada I e Prática de Ensino Supervisionada II e 4 ECTS aos Seminário de Orientação da Prática de Ensino Supervisionada I Seminário de Orientação da Prática de Ensino Supervisionada II).
O grau de mestre corresponde ao nível 7 do QNQ/QEQ - Quadro Nacional de Qualificações/Quadro Europeu de Qualificações.


Competências:

a) Compreender as linhas orientadoras da política educativa nacional e sua evolução;
b) Compreender os fundamentos pedagógicos, didáticos e metodológicos de investigação educacional;
c) Aplicar os conhecimentos pedagógicos, didáticos e metodológicos à definição, gestão e avaliação de planos curriculares e práticas pedagógicas;
d) Adequar as práticas pedagógicas e didáticas às especificidades das áreas disciplinares, níveis de ensino, estudantes e meios escolares, incluindo a adaptação a contextos multiculturais;
e) Mobilizar e aplicar os conhecimentos científicos, culturais, pedagógicos e didáticos adquiridos à produção de atividades de ensino-aprendizagem e avaliação adequadas aos objetivos programáticos, bem como às especificidades dos estudantes e dos meios escolares;
f) Refletir sobre as implicações éticas, sociais e culturais da profissão, no contexto dos problemas do mundo contemporâneo e formação para a cidadania;
g) Desenvolver competências de investigação para desenvolvimento profissional.


Condições de acesso

As condições de acesso e ingresso no ciclo de estudos refletem as condições estabelecidas na legislação nacional, nomeadamente: -ser titular do grau de licenciado ou equivalente legal; -ser titular de um grau académico superior estrangeiro reconhecido pelo Conselho Científico da NOVA FCSH; -ser detentor de um currículo académico, científico ou profissional reconhecido pelo Conselho Científico da NOVA FCSH; - ser detentor de, pelo menos, 80 a 100 créditos em Inglês. Os candidatos são selecionados e seriados tendo em conta os critérios definidos anualmente no edital de candidatura.

Regras de avaliação

1)Para a frequência das unidades curriculares do mestrado não são exigidas precedências obrigatórias. 2) A avaliação de conhecimentos relativos à componente curricular do mestrado tem carácter individual e realizar-se-á no final dos semestres letivos. Serão considerados, na avaliação de conhecimentos, provas finais escritas e/ou orais, trabalhos ou outros elementos de avaliação levados a efeito pelos alunos no âmbito das diferentes unidades curriculares em condições a definir pelos respetivos docentes. O resultado da avaliação será expresso na escala numérica de 0 a 20 valores. 3) Considera-se aprovado numa unidade curricular o aluno que obtenha a classificação final igual ou superior a 10 valores. 4) Para a avaliação da componente não letiva consulte-se o regulamento interno da componente não letiva dos cursos de mestrado em ensino da FCSH/NOVA.