Gestão de Riscos Atuariais

Objectivos

Identificar os riscos que podem afetar uma organização. Quantificar os riscos e suas implicações a curto e longo prazo. Identificar e quantificar a relação custo/benefício das técnicas de mitigação do risco. Identificar e documentar os resultados expectáveis. Relacionar variáveis financeiras e não financeiras na modelação dos riscos e processos de mitigação; como, por exemplo, o impacto social e ambiental da elevação das temperaturas globais. Produzir documentação que permita integrar a análise de risco no processo decisório. Comunicar os riscos aos decisores de modo tecnicamente documentado e eficaz.

Caracterização geral

Código

12461

Créditos

3.0

Professor responsável

Pedro Alexandre da Rosa Corte Real

Horas

Semanais - 2

Totais - 28

Idioma de ensino

Inglês

Pré-requisitos

 Os alunos deveram ter conhecimentos ao nível da análise matemática (continuidade, derivação e integração), análise numérica (resolução numérica de equações não lineares),  probabilidades e estatística (noção de probabilidade, variáveis aleatórias, funções de densidade, probabilidade e distribuição, valor esperado e momentos, teorema limite central, distribuições).

Devem ainda ter conhecimento dos conceitos essenciais da insdústria seguradora, nomedamente, o conceito de prémio e de provisão matemática ou provisão técnica. 

Bibliografia

Jorion, P. (2007). Value at risk : the new benchmark for managing financial risk. (3rd ed.). New York: McGraw-Hill.

Marrison, C. I. (2002). The fundamentals of risk measurement. New York: McGraw-Hill.

https://eur-lex.europa.eu/legal-content/EN/TXT/PDF/?uri=CELEX:02009L0138-20170112&from=EN

https://eur-lex.europa.eu/legal-content/EN/TXT/?qid=1524003723002&uri=CELEX:02015R0035-20170915

Basel II: available at https://www.bis.org/publ/bcbs128.pdf

Basel III: available at https://www.bis.org/publ/bcbs189.pdf

The Essential Guide To Reinsurance. Brahin, Chatagny, Haberstich, Lechner, Schraft. www.swissre.com, 2010.

Proportional and non-proportional reinsurance. Christoph Bugmann. www.swissre.com, 1997

John Fraser, Betty Simkins. Enterprise Risk Management: Today''s Leading Research and Best Practices for Tomorrow''s Executives. Essential Perspectives, 2010.

James Lame. Implementing Enterprise Risk Management: From Methods to Applications. John Wiley & Sons, 2017 (Wiley Finance)

Método de ensino

Nas aulas teórico-práticas explicar-se-ão e discutir-se-ão os sucessivos tópicos do programa da Unidade Curricular iniciando-se pelos conceitos de risco, identificando os riscos e medidas de risco. De seguida modelam-se os riscos anteriormente identificados para se terminar com a gestão e mitigação dos mesmos. A lecionação inclui casos reais resolvidos em ambiente computacional, preparando o aluno para a vida profissional.
A avaliação é realizada de acordo com as regras de avaliação da FCT recorrendo a dois momentos de avaliação, testes e/ou trabalhos.

Método de avaliação

Teste 1 (50%) + Teste 2 (50%)

Conteúdo

1. O Conceito de Risco
1.1. Aplicar os conceitos gestão actuarial do ciclo de vida dos riscos
1.2. Explicar o conceito de ERM e a relevância da função actuarial
1.3. Analisar alguns dos factores operacionais que são relevantes no enquadramento ERM
1.4. Explicar os conceitos de capital regulatório e capital económico
1.5. Explicar como os conceitos de apetite pelo risco e cultura de risco ajudam a explicar e prever as atitudes em relação à tomada de risco por parte dos interessados (stakeholders)
1.6. Avaliar quais os principais factores a considerar no enquadramento ERM para uma organização.
2. Identificação do Risco e medidas de Risco
2.1. Explicar o objetivo da classificação de risco
2.2. Explicar a diferença entre risco (mensurável) e incerteza (imensurável)
2.3. Descrever e classificar diferentes tipos de risco, incluindo: risco financeiro, risco de seguro,
risco ambiental, risco operacional e risco de negócio
2.4. Explicar como a arquitectura de diferentes produtos e serviços afeta a exposição ao risco das partes envolvidas numa transação e analisar as exposições de uma determinada transação
2.5. Explicar como as características das partes de uma transação afetam a natureza do risco suportados por cada uma e analisar as exposições da transação
2.6. Explicar o conceito de linha-de-negócio (pooling) na gestão de riscos e o modelo colectivo na gestão integrada de riscos
3. Modelação de Riscos
3.1. Explicar o uso de modelos actuariais na gestão de riscos no contexto:
a) Tarifação
b) Provisões
c) Avaliação da linha-de-negócio
d) Gestão de capital
3.2. Descrever diferentes métodos de agregação de risco e explicar suas vantagens relativas e desvantagens
3.3. Aplicar estes modelos a problemas práticos de seguros, pensões ou a problemas recentes na gestão actuarial dos riscos.
4. Gestão e Mitigação de Riscos
4.1. Explicar as técnicas mais comuns de gestão e controlo de riscos:
a) Evitar/recusar
b) Aceitação
c) Redução
d) Transferência
e) Monitorização
4.2. Descrever os princípios da gestão de ativo/passivo e aplicá-los aos principais tipos de responsabilidade de instituições financeiras
4.3. Analisar os aspectos de gestão de risco de uma determinada linha-de-negócio e recomendar estratégia adequada de gestão e mitigação dos riscos
Explicar as implicações do risco na definição das necessidades de capital, nomeadamente as exigências de requisitos de capital económico e regulatório

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: