Eletrónica Geral

Objectivos

Esta Unidade Curricular (UC) tem como objetivo explicar o funcionamento de componentes eletrónicos básicos, tais como díodos e transístores e circuitos simples baseados nestes componentes. Pretende-se que o estudante aprenda as características elétricas destes componentes bem como saber dimensionar circuitos eletrónicos simples baseados nos diversos tipos de transístores. O estudo de amplificadores operacionais e circuitos com amplificadores operacionais, também é considerado.

O estudante vai desenvolver a capacidade resolver problemas, trabalhar em equipa e com autonomia. O estudante aprende também a melhorar a sua capacidade de gestão do tempo disponível. Dá-se atenção à capacidade de apresentação escrita e oral dos trabalhos realizados.

Caracterização geral

Código

10581

Créditos

3.0

Professor responsável

Rui Manuel Leitão Santos Tavares

Horas

Semanais - 4

Totais - 56

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A principal requisito é ter motivação para aprender a analisar e experimentar circuitos elétricos resistivos e eletrónicos básicos.

Bibliografia

Manuel de Medeiros Silva, "Introdução aos Circuitos Eléctricos e
Electrónicos", Editado pela Fundação Calouste Gulbenkian.


Manuel de Medeiros Silva, "Circuitos com Transistores Bipolares e MOS",
Editado pela Fundação Calouste Gulbenkian.


Sedra e Smith, "Microelectronic Circuits", Oxford University Press

Método de ensino

Os conceitos teóricos da matéria da cadeira são explicados pelos professores nas aulas teórico-práticas, sendo depois explicitada a aplicação destes conceitos através de exercícios e exemplos práticos de circuitos.

Resolução de problemas pelos estudantes nas aulas práticas, disponibilizados na página da disciplina, antes das aulas. Aulas laboratoriais com pré-preparação e elaboração de relatório pelos estudantes. Elaboração de projeto final.

Avaliação contínua nas aulas práticas, realização de trabalhos laboratoriais com elaboração de relatório experimental, realização de trabalho final com discussão, três testes ou exame final.

Método de avaliação

A avaliação da disciplina divide-se em duas componentes: Teórica (CT) e Prática (CP).  

A nota final (NF) da disciplina é calculada pela soma de 60% da nota da componente teórica (CT) e 40% da componente prática (CP):

NF = 0.6*CT + 0.4*CP.

Apenas a nota final é arredondada à unidade, as restantes classificações são arredondadas à centésima.

Avaliação dos conhecimentos teóricos (CT) será realizada através de três testes escritos, ou exame. Caso haja dúvidas na avaliação dos conhecimentos teóricos poderá ocorrer uma discussão individual, opcional.

A nota CT é valorada por 35% do 1º teste , 30% do 2º teste , 35% do 3º teste. É exigida uma classificação mínima de 8 valores no 3º teste.

No caso do aluno se apresentar a exame, a NF será valorada por 60% da classificação do exame, e 40% da CP.

A avaliação dos conhecimentos práticos (CP) será distribuída por três trabalhos laboratoriais com elaboração de relatório experimental, com discussão individual opcional. A nota CP é valorada por 30% do 1º laboratório, 30% do 2º laboratório, 35% do 3º laboratório, e 5% resultante da avaliação continua na participação das aulas práticas.
A avaliação dos conhecimentos práticos poderá incluir uma discussão individual, opcional.

Os alunos com classificação na CP, obtida em anos anteriores ficam dispensados de assistir às aulas de laboratório, e consequentemente, da realização dos laboratórios e respectivos relatórios experimentais. Nestes casos a classificação CP é igual à obtida anteriormente. No caso de o aluno querer melhorar a classificação CP, poderá realizar os laboratórios e respectivos relatórios experimentais.

O cálculo da NF só será considerado para os alunos com uma classificação da CT e CP superior a 9.45 valores.

É obrigatório obter uma NF superior a 9.45 para obter aprovação na disciplina.

Conteúdo

Aula de Apresentação

Definições e Conceitos Básicos
a) redes de parâmetros concentrados;
d) leis de Kirchhoff;
e) ligação de elementos em série e em paralelo;
f) divisor de tensão e divisor de corrente;
g) teoremas da sobreposição, de Thévenin e de Norton.
h) métodos nós e malhas

Díodos de junção
a) rectificador;
b) regulador de tensão;
c) rectificador de precisão;
d) limitador e fixador de tensão;


Transistores de Junção Bipolar
a) malhas de polarização;
b) modelo incremental;
c) andares de amplificação (base-comum, emissor-comum e
colector-comum);
d) pares diferenciais;

Amplificadores Operacionais (Ampops)
a) características;
b) circuitos básicos;

Sensores
a) de temperatura;
b) de força;
c) de posição;
d) magnéticos
e) piezoeléctricos;
f) ópticos;
g) outros (humidade, condutividade, ph, etc).

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: