Resíduos Industriais

Objectivos

O principal objetivo desta UC é fornecer aos estudantes o conhecimento necessário sobre a indústria e os processos de produção de produtos e resíduos, com especial ênfase em setores prioritários no âmbito de uma economia circular nomeadamente, embalagens, alimentos, equipamentos elétricos e eletrónicos e baterias, construção, têxteis, mobiliário e químicos. O objetivo desta UC é analisar o ciclo de vida destes produtos, o processo de produção e a transição para uma produção mais sustentável.

No final desta UC o estudante deve ter adquirido os conhecimentos e as competências que lhe permitam:

- Conhecer políticas e estratégias europeias e nacionais para a minimização e gestão de resíduos industriais;

- Analisar cadeias de valor (produtos, processos e resíduos) de modo a selecionar metodologias e procedimentos por forma a implementar processos industriais mais sustentáveis.

Caracterização geral

Código

12667

Créditos

6.0

Professor responsável

Ana Isabel Espinha da Silveira

Horas

Semanais - 4

Totais - 86

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Nao tem

Bibliografia

- Martinho, M.G.; Gonçalves, M.G.; Silveira, A.I. (2019). Gestão Integrada de Resíduos (no prelo, aprovado para publicação pela Editora da FCT NOVA, trata-se de uma revisão e atualização do livro de Martinho, M.G. e Gonçalves (2000). Gestão de Resíduos, editado pela Universidade Aberta, e que se encontra esgotado).

- Lindgren, G.F. (2017). Managing industrial hazardous waste- a pratical handbook. CRC Press, ISBN 9781315895161

- Chang, N.B.; Pires, A. (2015). Sustainable solid waste management: a system engineering approach. Wiley, ISBN: 9781118456910

Método de ensino

O programa está dividido em sete módulos temáticos, que constituem unidades independentes, mas sequenciais e dependentes de conhecimentos adquiridos nos módulos anteriores. As aulas teóricas-práticas são expositivas-dialógicas, procurando-se aplicar sempre um exercício ou contexto prático à teoria, apoiadas com apresentações em powerpoint ou vídeo, e as aulas práticas incluem experiências em laboratório, resolução de exercícios e visitas a unidades de tratamento de resíduos (sempre que possível). A página principal da disciplina é uma página Moodle onde são semanalmente depositados os elementos de apoio às aulas e onde se encontram aplicações para visualização de vídeos demonstrativos, para a realização de exercícios e questionários ou para a entrega dos relatórios das aulas práticas.

Método de avaliação

1) Frequência obrigatória

A Frequência à disciplina é obtida pela presença em 2/3 das aulas práticas (incluindo visita de estudo, caso exista). A Frequência é válida no ano lectivo seguinte. Os estudantes trabalhadores que não consigam cumprir rigorosamente este critério, deverão, no início do semestre, esclarecer a sua situação.

 2) Avaliação Contínua

 - Componente teórico - Dois testes, previamente marcados no CLIP, com uma duração de cerca de 2 h cada, com igual peso na nota da componente teórica-prática, em que a média respectiva terá que ser igual ou superior a 9.5; não há nota mínima em nenhum dos testes.

- Componente prática – relatórios/trabalho a realizar e entregar normalmente no final de cada aula prática, cuja nota de cada relatorio tem que ser igual ou superior a 9.5.

3) Nota Final da UC 

30% 1º teste + 30% 2º teste + 40% nota da prática (distribuida 20% relatórios+20% trababalho).

A nota de cada elemento de avaliação (teste e prática) é apresentada com uma casa decimal. A nota final da UC é arredonda a número inteiro uma vez.

4) Exame de Recurso

Podem ir a exame de recurso os alunos que não obtiveram nota positiva numa ou em ambas as componentes de avaliação. A nota final da UC corresponde a 60% da nota do exame de recurso mais 40% da nota da prática.

5) Exame de Melhoria 

A melhoria de nota é relativa à matéria do 1º e 2º teste. A nota final corresponde a 60% da nota do exame de melhoria mais 40% da nota da prática.

Conteúdo

1)Desafios societais do setor industrial. 2)Gestão de Resíduos industriais perigosos e não perigosos. 3)Políticas e estratégias aplicáveis ao sector. 4) ACV (embalagens, alimentos, EEE, baterias, materiais para construção, têxtil). 5)Análise por setor-processos, resíduos e subprodutos. 6)Casos de estudo: Embalagens-critérios e especificações para redução, reciclabilidade e biodegradabilidade, em especial embalagens de plástico; Agroalimentar, distribuição, retalho e agroindústrias-redução do desperdício alimentar, processos de valorização de subprodutos; Equipamentos elétricos e electrónicos-design para a reparação, recondicionamento e recuperação de matérias críticas, Key Enabling Technologies; Construção-incorporação de matérias-primas secundárias, desconstrução seletiva e valorização de resíduos de construção e demolição; Têxtil e curtumes- subprodutos e biodegradabilidade dos produtos em fim de vida. 7) A indústria em 2050- discussão de cenários.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: