Gestão Sustentável do Solo e Tecnologias de Remediação

Objectivos

No final desta UC o estudante terá adquirido conhecimentos, aptidões e competências que lhe permitam compreender a criticidade das funções do solo na resiliência a problemas ambientais, nomeadamente às alterações climáticas. O estudante entenderá os alertas precoces associados aos limites críticos desta interface e deverá saber apresentar soluções orientadas para a gestão sustentável dos solos, contribuindo para a neutralidade da sua degradação. Conseguirá identificar e interpretar as diferentes formas de degradação do solo, em particular a contaminação, associada a diferentes classes de poluentes e ao seu comportamento num local. O estudante desenvolverá aptidões que lhes permitirão fazer a avaliação de um local contaminado, entendendo ProSolos, e selecionar as tecnologias de remediação mais apropriadas para a resolução de problemas da engenharia do ambiente. Desenvolverão ainda capacidades de transmissão e exposição de conhecimentos adquiridos.

Caracterização geral

Código

12668

Créditos

6.0

Professor responsável

Alexandra de Jesus Branco Ribeiro

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - 56

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A disponibilizar brevemente

Bibliografia

Ansari, A. A.; Gill, S.S.; Gill, R.; Lanza, G.; Newman, L. (Eds). 2017. Phytoremediation: Management of Environmental Contaminants, Vol. 5, Springer, doi: 10.1007/978-3-319-52381

EEA 2017. Climate change, impacts and vulnerability in Europe 2016-An indicator-based report.

FAO. 2019. Diretrizes Voluntárias para a Gestão Sustentável dos Solos. Roma, 26 pp.

Nathanail, C. P.; Bardos, R. P. 2004. Reclamation of Contaminated Land. John Wiley & Sons, Ltd., Chichester, England, ISBN 0-471-98560-0, 238 pp..

Pérez; A. P. & Natalia Rodríguez-Eugenio, N. 2018. Status of local soil contamination in Europe: Revision of the indicator “Progress in the management Contaminated Sites in Europe, EUR 29124 EN, doi:10.2760/093804, JRC107508

Reddy, K., Cameselle, C. (Eds.) 2009. Electrochemical Remediation Technologies for Polluted Soils, Sediments and Groundwater. John Wiley & Sons, Inc.,Hoboken,New Jersey,USA, ISBN 978-0-470-38343-8, 732 pp.

Método de ensino

Nas aulas TP explicar-se-ão e discutir-se-ão os sucessivos tópicos do programa da UC. No decorrer de cada aula proceder-se-á, sempre que possível, à resolução de um problema prático cuja solução requeira a aplicação dos conhecimentos aprendidos anteriormente ou no decorrer da mesma. Serão desenvolvidos trabalhos de grupo, cujo objetivo é consolidar os conceitos que foram aprendidos nas aulas, discutindo-os com o docente. Nas aulas PL proporcionar-se-á aos estudantes o contacto operacional com as técnicas lecionadas.

Componentes da avaliação

· Um teste que verse os conhecimentos teórico-práticos da UC,

· trabalho em grupo, escrito e sua exposição oral à turma e às docentes, com respetiva retroação.

Nota: o acompanhamento da UC é feito através da página criada na plataforma Moodle, pelo que todos os estudantes deverão estar inscritos, de forma a poder acompanhá-la.

Método de avaliação

Um teste que verse os conhecimentos teórico-práticos da UC, crescido de trabalho(s) em grupo, escrito e sua exposição oral à turma e às docentes, com respetiva retroação.

Nota: o acompanhamento da UC é feito através da página criada na plataforma Moodle, pelo que todos os estudantes deverão estar inscritos, de forma a poder acompanhá-la.

Conteúdo

1. Funções do solo. Sua criticidade na resiliência do sistema solo às alterações climáticas. Efeitos das alterações climáticas nos ecossistemas terrestres. Solos sob alterações climáticas: armazenamento de carbono e erosão do solo. Estratégia EU do Solo para 2030. 2. Diretrizes Voluntárias para a Gestão Sustentável dos Solos (FAO). 3. Propriedades relevantes na contaminação/remediação de solos: textura; M.O.; CTC; água; pH. Contaminação de solos por diferentes classes de poluentes. Resistências adquiridas e sua importância na saúde dos solos e cadeia alimentar. 4. ProSolos. Gestão de locais contaminados na UE e outros países. 5. Metodologia de avaliação de locais contaminados. 6. Tecnologias de remediação de solos: in-situ e ex-situ (on-site e off-site). Térmicos; Físico-químicos; Electroquímicos; Biológicos. 7. Casos de estudo. Verificação das medidas de remediação executadas.

A importância da Gestão Sustentável dos Solos na engenharia do ambiente e nos ODS 1, 2, 3, 12, 13 e 15.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: