Instrumentação e Melhoramento de Terrenos

Objectivos

Aprender conceitos fundamentais relacionados com as obras geotécnicas relativos à sua observação e ao projecto e execução de diversos tipos de tratamentos que visam melhorar as respectivas características geotécnicas, salientando a sua aplicabilidade e custos associados, bem como o seu contributo para o desenvolvimento sustentável.

Caracterização geral

Código

10735

Créditos

6.0

Professor responsável

Ana Paula Fernandes da Silva

Horas

Semanais - 4

Totais - 64

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

É obrigatória a presença dos alunos em dois terços das aulas teórico-práticas, no mínimo, salvo se estiverem inscritos ao abrigo de estatuto especial. Recomenda-se a assistência prévia de UC em mecânica dos solos e obras geotécnicas (barragens e túneis).

Bibliografia

Bassett R. A Guide to Field Instrumentation in Geotechnics, Principles, Installation and Reading. CRC Press, 2012.

Chu J., Varaksin S., Klotz U. & Menge P. State of Art Report: Construction Processes. 17 Int Conf Soil Mech Geotech Eng, TC17, Alexandria, 2009.

Han J., Principles and practices of ground improvement.  New Jersey: John Wiley & Sons, 2015.

Kirsch K. & Bell A. (eds.) Ground improvement,  Boca Raton: Taylor & Francis Group, 3rd ed. 2013.

 Zbigniew B,  Margottini, Cl.,  Canuti, P. & Sassa K. (eds.). Landslide Science and Practice, Volume 2 Early Warning, Instrumentation and Monitoring. Heidelberg: Springer-Verlag, 2013. 

Método de ensino

Aulas teóricas com recurso a meios multimédia e ao programa Moodle. Acrescem ainda aulas práticas com análise e discussão de projectos de observação e de melhoramento de terrenos.

Método de avaliação

Avaliação contínua com dois testes (T1, T2) e um trabalho em equipa escrito (W) no âmbito da temática da observação de obras geotécnicas ou dos melhoramentos de terrenos

Classificação final: 0,3.(T1)+ 0,3.(T2) + 0,4.(W) = 20 valores

Conteúdo

Instrumentação: contributo para sociedade mais resiliente; métodos manuais, mecânicos e eléctricos. Medição: pressões, níveis água; deslocamentos superfície, no interior dos maciços, em sondagens; fissuras; cargas; temperaturas; vibrações. Equipamentos: tipos, funcionamento, adequabilidade. Planos obras geotécnicas e património construído. Frequência leituras, análise de resultados. Relatórios especiais. Instrumentação em tempo real.

Melhoramento: objectivos no âmbito do desenvolvimento sustentável, história, classificações, aplicabilidade; dimensionamento, equipamentos; controlo qualidade; exemplos. Métodos hidráulicos e térmicos  remoção de água. Métodos químicos: mistura superfície / profundidade, por via seca/húmida. Jet-grouting. Injecções, tipos caldas. Métodos compactação: superfície/profundidade; mecânicos/por explosivos. Substituição: colunas. Aceleração assentamentos: pré-cargas, drenos; electro-osmose. Reforço: terra armada, solo pregado, ancoragens. Custos.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: