Infraestruturas e outras Obras

Objectivos

Aprender conceitos fundamentais relacionados com as obras geotécnicas de ferrovias, rodovias, aterros de resíduos e em fundações de estruturas como edifícios e obras de arte, nomeadamente no que respeita à condução dos estudos geotécnicos, modelação do comportamento geotécnico dos terrenos, tipos de tratamentos geralmente utilizados, métodos construtivos e acompanhamento técnico em obra.

Caracterização geral

Código

10736

Créditos

6.0

Professor responsável

Ana Paula Fernandes da Silva

Horas

Semanais - 4

Totais - 67

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

É obrigatória a presença dos alunos em dois terços das aulas teórico-práticas, no mínimo, salvo se estiverem inscritos ao abrigo de estatuto especial.

Bibliografia

Anon. Guia de cimentaciones en obras de carreteras. Ministerio de Fomento, 3 ed, D.G. Carreteras, 2009.

Caicedo, B. Geotechnics of roads: Fundamentals. London:  CRC Press/Balkema, 2019.

Li, D., Hyslip, J., Sussmann, T.  & Chrismer, S. Railway geotechnics.  Boca Raton: CRC Press/Taylor & Francis, 2016.

NP EN1997-1:2010 - Eurocódigo 7: Projecto geotécnico, Parte 1. IPQ, Monte de Caparica.

UIC 719:2008 - Earthworks and track-bed layers for railway lines. International Union of Railways, Paris.

VALLEJO, L. I. González de, & FERRER, M. (2011) - Geological Engineering. CRC Press Balkema Group, 678 pp.

Método de ensino

Aulas teóricas com recurso a meios multimédia e ao programa Moodle. Acrescem ainda aulas de seminários (pelo menos duas) com especialistas na área, e práticas com análise e discussão de projectos geotécnicos, complementadas pelo esboçar de planos de prospecção e ensaios e de zonamentos geotécnicos.

Avaliação contínua com dois testes e um trabalho individual escrito no âmbito da temática abordada. Classificação final: média ponderada das classificações obtidas nos testes (80%) e no trabalho (20%).

Método de avaliação

Avaliação contínua com dois testes (T e TP) e três trabalhos em equipa (W) sobre fundações, aterros sanitários e zonamento geotécnico de zonas em escavação de uma estrada.

Classificação final: média ponderada das classificações obtidas nos testes (15% T + 40 % TP) e dos trabalhos (3 x 15%).  

A frequência será garantida com a obtenção de avaliação positiva nos trabalhos. Esta avaliação, bem como a frequência à unidade, serão válidas para o correspondente ano letivo e, no caso de falha na aprovação, será válida também, e somente, para o ano lectivo subsequente.

Conteúdo

Vias comunicação: história; gestão de ativos de rodovias e ferrovias; exigências de traçados, alternativas. Problemas geotécnicos em trechos em escavação e em aterro. Reutilização do material escavado para um desenvolvimento sustentável; critérios de aceitação. Travessia de baixas aluvionares; hipóteses. Tipos pavimentos rodovias e plataformas ferrovias; materiais e critérios de aceitação. Empréstimos terras, obtenção agregados. Obras de arte. Estudos geotécnicos (EG) e custos. AIA. Fase construtiva: alguns equipamentos e controlo de qualidade. Estruturas portuárias e geotecnia. 

Aterros de resíduos: tipos de aterros; requisitos; impermeabilização basal e cobertura. EG e materiais a utilizar na construção dos aterros. Referência aos EG para ETA’s, ETAR’s e para selecção de locais de cemitérios. AIA. 

EG para fundações de edifícios e obras de arte. Fundações superficiais e profundas; selecção. Resistência ao carregamento e assentamentos; sua evolução no tempo. Fundações em solos expansivos e em rochas. Condução dos EG e custos.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: