Química Orgânica I

Objectivos

Proporcionar aos estudantes uma formação base em Química Orgânica

Caracterização geral

Código

7087

Créditos

6.0

Professor responsável

Paula Cristina de Sério Branco

Horas

Semanais - 4

Totais - 56

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A disponibilizar brevemente

Bibliografia

Livro recomendado:Clayden, J., Greeves ,N., Warren, S. and Wothers, P., "Organic Chemistry", Oxford University Press 2º Ed, 2012

Outras IGNOREes bibliográficas:Santos, P. P., “Química Orgânica volume I”, IST Press, 1ªedição, 2011. Volhardt, K.; Schore, N.E. “Organic Chemistry”, W.H. Freeman & Co., 3ª Ed., 1999

 

 

 

Método de ensino

Aulas presenciais leccionadas com o apoio de data show ou no quadro envolvendo uma grande interactividade aluno-professor. Aulas práticas laboratoriais relacionadas com os temas da aulas teóricas.

Método de avaliação

De acordo com o Regulamento de Avaliação da FCT/UNL em vigor, a Unidade Curricular de Química Orgânica I tem as seguintes componentes de avaliação:

É requerida a obtenção da frequência à unidade curricular, o que obriga à realização da componente prática e à participação em 2/3 das aulas teórico-práticas.

A avaliação continua envolve a realização de um teste presencial (Época 1) e de cinco mini testes nas aulas teorico-práticas online (TP) e da componente prática (P) abaixo indicada. O teste presencial e os mini testes das aulas TP poderão ser substituidos por um exame final (Época 2),  mas as outras parcelas da avaliação continuarão válidas.

A avaliação final resulta da aplicação da seguinte formula de cálculo:

(teste (Época 1) x 0,35 + nota obtida nos 4 mini-testes x 0,35 (ou de exame final - Época 2)*+ nota obtida na componente práticas** x 0,3 = nota final (deverá ser superior ou igual a 9,5 valores para aprovação na unidade curricular)

* = a nota obtida na média no teste ou no exame final terá de ser obrigatóriamente igual ou superior a 9,5 valores.

**= a nota obtida na componente práticas terá de ser obrigatoriamente igual ou superior a 9,5 valores.

Nota: Os estudantes que tenham adquirido frequência em anos anteriores verão a componente correspondente aos mini testes e laboratorial substituida por essa nota registada, que no total passará a ter um peso de 0,3 na nota final. 

Componente prática (P):

  • avaliação da prestação em laboratório (40%)
  • relatório de um trabalho prático (trabalho nº 3) (25%).
  • Questionários dos trabalhos práticos (25%), avaliação do caderno de laboratório (10%) 

Conteúdo

1.         Estruturas orgânicas

1.1.      Compostos orgânicos. Sua importância na indústria e na sociedade.

1.2.      Orbitais atómicas e moleculares. Teoria de enlace de valência (TEV) e teoria de orbitais moleculares (TOM). Revisão de conceitos para as moléculas de borano, amoníaco e metano.

1.3       Moléculas orgânicas. Alguns grupos funcionais importantes (alcanos, alcenos, alcinos, halogenetos de alquilo, álcoois e). Nomenclatura trivial e sistemática. Propriedades físico-químicas.

1.4       Conceito de reacção química. Fluxo  electrónico e reactividade. Bases, ácidos, nucleófilos e electrófilos. Representação gráfica do mecanismo de uma reacção química. Aplicação da teoria das orbitais moleculares: Coeficientes de participação e energia das orbitais de fronteira.

2.         Química do grupo carbonilo

2.1.            Estrutura electrónica do grupo carbonilo (formaldeído). Aldeídos e cetonas. Estrutura e propriedades.

2.2.            Reacções de adição nucleofílica directa ao grupo carbonilo.

2.3.            Deslocalização e conjugação: Dienos conjugados, carbonilos α,β-insaturados, sistemas alílicos e aromaticidade.

2.4.            Reacções de adição nucleofílica conjugada a carbonilos α,β-insaturados.

2.5.            Ácidos carboxílicos e derivados. Estrutura e propriedades.

2.6.            Reacções de adição e de substituição em ácidos carboxílicos e derivados. 

2.7.            Equilíbrio químico, velocidade e mecanismo reaccional. Perfis reaccionais: Conceito de intermediário e de estado de transição duma reacção química. Energia de activação. Controlo cinético e termodinâmico de uma reacção.

3.         Estereoquímica

3.1.      Isomeria estrutural e estereoisomeria.

3.2.     Quiralidade. Enantiomeria e diastereomeria. Simetria molecular. Especificação de configuração. Regras CIP (Cahn Ingold e Prelog).

3.3.      Actividade óptica. Racemização. Resolução de misturas racémicas. 

4.      Análise conformacional

4.1       Conformação vs. configuração.

4.2       Conformação de compostos saturados e insaturados lineares e cíclicos.