Mestrado em Biotecnologia para a Sustentabilidade

Objetivos educativos

Este mestrado visa criar profissionais com capacidade crítica e analítica em áreas Moleculares, Bioquímicas, Celulares e Organismais dirigidas ao desenvolvimento de tecnologias mais sustentáveis no domínio da Biotecnologia verde e branca. Este objetivo será alcançado através de sólida formação em Biologia Molecular e Celular, Bioquímica, Biotecnologia, Química Sustentável, Engenharia Química, e Bioinformática, e respectiva integração com vista ao desenvolvimento de novos produtos e processos baseados em plantas e microorganismos.

O conhecimento adquirido será colocado em perspectiva quer através de treino na criação de empresas de base biotecnológica quer através da análise das implicações éticas da sua utilização. O curso está desenhado para fornecer uma sólida formação académica multidisciplinar, nas vertentes fundamental e aplicada, que faculte o acesso a áreas de I&D em diversos setores da indústria e dos serviços, relacionados com a Biotecnologia vegetal e microbiana.

Caracterização geral

Código DGES

MBtS

Ciclo

Mestrado (2.º Ciclo)

Grau

Mestre

Acesso a outros cursos

A disponibilizar brevemente

Coordenador

Isabel Abreu

Data de abertura

11 outubro 2021

Número de vagas

O Mestrado funcionará com um número de alunos compreendido entre 10 e 25.

Propinas

Candidaturas: 51€ (não reembolsável)

Taxa de matrícula: 35€

Propina anual: 1063,47€ para estudantes Portugueses ou de outros países da UE, 2,700 € pra estudantes de outras nacionalidades

Mais informações Pagamento Propinas PT/UE: https://www.itqb.unl.pt/education/masters-courses/master-in-biotechnology-for-sustainability/biotecnologia-para-a-sustentabilidade/Candidaturas

Horários

De segunda a sexta feira, horário diurno. Calendário do Mestrado de Biotecnologia para a Sustentabilidade (EN version) disponivel em breve

Idioma de ensino

A disponibilizar brevemente

Requisitos para obtenção do grau ou diploma

4 Semestres 120 ECTS

1º ano
Unidade Curricular
Alterações globais e sustentabilidade - 3 ECTS
Nutrição de plantas e interacções simbióticas - 3 ECTS
Microbiologia ambiental e industrial - 4 ECTS
Biologia do Stress em Plantas - 3 ECTS
Bioprodutos, biomateriais e bioenergia - 3 ECTS
Técnicas laboratoriais - 6 ECTS
Bioestatística e bioinformática das tecnologias à escala do genoma - 4 ECTS
Biotecnologia de plantas para a agricultura e florestação - 4 ECTS
Biocatálise para a sustentabilidade - 3 ECTS
Separação de bioprodutos limpos - 3 ECTS
Bio- e Quimio-remediação - 3 ECTS
Bioempreendedorismo - 3 ECTS
Rotações laboratoriais - 6 ECTS
Ética em biotecnologia - 3 ECTS
Opção - 3 ECTS
Seminários interdisciplinares I - 1.5 ECTS
Seminários interdisciplinares II - 1.5 ECTS
Planeamento do projecto de tese - 3 ECTS
Total - 60 ECTS

2º ano
Dissertação - 60 ECTS

Condições de acesso

Serão aceites candidatos que cumpram um dos seguintes critérios:

São admitidos como candidatos à inscrição:

a) Os candidatos detentores de um certificado de conclusão de licenciatura obtido em Estabelecimentos de Ensino Superior de países subscritores da Declaração de Bolonha e de outros considerados afins, tendo em atenção a respetiva estrutura curricular;

b) Titulares de grau académico superior estrangeiro, que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo órgão científico estatutariamente competente do Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier.

c) Excecionalmente, os detentores de um currículo escolar ou científico reconhecido pelo júri de seleção do mestrado, que ateste a capacidade para a realização deste ciclo de estudos.

Os candidatos à matrícula serão seleccionados com base na(o):
Candidatos com grau de Licenciado:
a) Classificação de Licenciatura: 50%
b) Curriculum Vitae vitae académico, científico e profissional: 50%

Candidatos não detentores do grau de Licenciado:
a) Curriculum vitae académico, científico e profissional: 50%
b) Adequação da formação e da experiência prévias ao ciclo de estudos e à área de especialização a que se candidata: 50%

Regras de avaliação

Os processos de avaliação não são iguais para todas as unidades curriculares.

Seguem-se os procedimentos de avaliação para a parte curricular:
1-Avaliação com um exame ou trabalho final;
2- Avaliação sem contemplar um exame ou trabalho final. Nestas unidades curriculares, a avaliação procede-se ao longo do ano, por exemplo, através do trabalho laboratorial, testes, trabalho de grupo ou individual, seminários. Para cada uma destas avaliações será atribuída uma classificação que irá integrar a média final/classificação final.

Estrutura

A disponibilizar brevemente