Doutoramento em Estudos de Tradução (associação)

Objetivos educativos

Os doutorandos serão treinados na investigação em Estudos de Tradução (ET):pesquisa em bibliotecas, catálogos, bibliografias e vários meios online, constituição de corpus ou corpora, definição da questão a tratar em face do estado
da arte, confronto entre metodologias e escolha da(s) adequada(s), construção dos contextos apropriados e apuramento de meios de análise. Competências específicas a desenvolver nos doutorandos:
a. agilidade nos quadros teórico-conceptuais e metodológicos dos ET, que permita aos formandos enquadrar,
compreender e analisar o fenómeno da tradução;
b. capacidade para utilizar o aparelho teórico-metodológico de forma crítica;
c. capacidade para conceber e estruturar um projeto de investigação na área;
d. capacidade de desenvolver investigação autónoma na área dos ET;
e. capacidade de comunicar aos pares os resultados da investigação desenvolvida;
f.. capacidade para debater tópicos e metodologias próprios dos ET no seio da comunidade científica.

Caracterização geral

Código DGES

1053

Ciclo

Doutoramento (3.º Ciclo)

Grau

Doutor

Acesso a outros cursos

O grau de "doutor" é uma qualificação final.

Coordenador

Maria Zulmira Bandarra de Sousa Verissimo Castanheira

Data de abertura

2022-09-19

Número de vagas

20

Propinas

2750 Euros/ano

Horários

Presencial Pós-Laboral

Idioma de ensino

Língua Inglesa

Requisitos para obtenção do grau ou diploma

Duração: 8 semestres. Créditos totais: 240 créditos (80 em unidades curriculares + 160 na componente não letiva). Modalidades de componente não letiva: Tese. No 2.º ano, há o Research Colloquium que acompanha os doutorandos na preparação do projeto a apresentar e defender até ao final do 2.º semestre do 2.º ano. No 2.º semestre, haverá a Spring School em que os doutorandos terão de apresentar uma comunicação sobre um aspeto da sua investigação e discuti-la com pares.
O grau de doutor corresponde ao nível 8 do QNQ/QEQ - Quadro Nacional de Qualificações/Quadro Europeu de Qualificações.

Condições de acesso

Para ingressar num ciclo de estudos de doutoramento (CED), o/a candidato/a deve satisfazer as condições estabelecidas na legislação nacional: a) Os titulares de grau de mestre ou equivalente legal em qualquer área; b) Os titulares de grau de licenciado ou equivalente legal, com média mínima de 16 valores, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos; c) Detentores de um currículo escolar, profissional ou científico especialmente relevante e que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos. Os/As candidatos/as ao ciclo de estudos conducente ao grau de doutor em Estudos de Tradução são selecionados/as pela Comissão Científica, através da apreciação dos documentos exigidos pelas normas de candidatura, bem como de uma entrevista, com o acordo dos órgãos estatutariamente competentes da instituição de ensino onde pretendem ser admitidos/as.

Regras de avaliação

O ciclo de estudos conducente ao grau de doutor integra a realização de um curso de doutoramento constituído por unidades curriculares dirigidas à formação para a investigação; a realização de uma tese original e especialmente elaborada para este fim, adequada à natureza do ramo de conhecimento ou da especialidade e que contribua para o alargamento das fronteiras do conhecimento. As unidades curriculares de tipo seminário são classificadas na escala numérica de 0-20. A classificação final do curso de doutoramento é expressa pelas fórmulas Aprovado ou Não Aprovado. A classificação final da tese é expressa pelas fórmulas de Aprovado ou Recusado por votação nominal justificada não sendo permitidas abstenções; no caso de a tese ter merecido aprovação, o júri votará ainda uma qualificação que poderá ser de Bom, Bom com Distinção ou Muito Bom. A qualificação final é atribuída nos termos do artigo 36º do Decreto-Lei 74/2006, de 24 de Março, alterado pelos Decretos -Leis n.os 107/2008, de 25 de junho, 230/2009, de 14 de setembro, 115/2013, de 7 de agosto, 63/2016, de 13 de setembro e 65/2018, de 16 de agosto.

Estrutura

Regra que permite inscrição em um máximo de 12 ECTS que podem ser obtidos em unidades curriculares de nível pós -graduado da NOVA FCSH ou da FCH-UCatólica.