Investigação Jornalística: Os desafios do visual

Objetivos

Este seminário tem como objectivo introduzir os alunos no campo do jornalismo especializado nas áreas da Política e da Economia. Estará dividido em dois módulos, da responsabilidade de diferentes docentes, jornalistas profissionais na área de especialidade.
Pretende-se que o(a) aluno(a):
1) perceba as principais características das áreas jornalísticas em estudo;
2) seja capaz de identificar os principais desafios que se colocam a esta áreas jornalísticas;
3) consiga produzir textos jornalísticos especializados com qualidade de publicação

Caracterização geral

Código

02108016

Créditos

10.0

Professor responsável

Pedro Manuel Rouxinol Samina Coelho

Horas

Semanais - 3

Totais - 280

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A disponibilizar brevemente

Bibliografia

ANDERSON, David e BENJAMINSON, Peter (1976) Investigative Reporting, Indiana University Press.
Coelho, Pedro, Rodrigues, Inês Alves (2020) "Rebuilding Investigative Journalism, collaborative journalism: sharing information, sharing risk", in OBS (VOL 14, NO4, December 2020).
COELHO, Pedro, 2015, "A Investigação Jornalística em TV... in ...A Televisão Ubíqua, Livros Labcom.
COELHO, Pedro; SILVA, M. T. (2018)"O Lucro Social e Financeiro do Jornalismo de Investigação". Media & Jornalismo, v. 18, n. 32, p. 77-98.
KOVACH, Bill e ROSENSTIEL, Tom, 2010, Blur, how to know what's true in the age of information overload, New York, Bloomsbury.
RANDALL, 2016,The Universal Journalist, (5th edition), Pluto Press.
SAMBROOK, R. (2017). Global Teamwork: The rise of collaboration in investigative journalism. Reuters Institute. University of Oxford.
STARKMAN, Dean, 2014,The Watchdog That Didn't Bark, the financial crisis and the disappearance of investigative journalism, New York,Columbia University Press.

Método de ensino

Método
As primeiras aulas são inteiramente dedicadas à apresentação e discussão de conceitos, através do método expositivo. O professor recorre, todavia, a alguns materiais (reportagens visuais de investigação jornalística) para demonstrar a validade dos conceitos que expõe. Na segunda fase, os alunos são desafiados a aplicarem conhecimentos adquiridos na análise crítica de reportagens visuais de investigação jornalística.
Os trabalhos finais são feitos em consórcio seguindo os princípios orientadores do jornalismo colaborativo.

Método de avaliação

Avaliação:
trabalhos feitos ao longo do semestre - 30 % - inclui participação e assiduidade; Trabalho final - 70% - inclui ensaio (20%), apresentações de monitorização (15%) e reportagem de investigação (35%).

Conteúdo

1-Os reflexos da crise de sustentabilidade do jornalismo no jornalismo de investigação. Revolução digital e crise do subprime.


2-As marcas distintivas do jornalismo de investigação: access journalism/ accountability journalism e as armadilhas do jornalismo oficial;


3-Jornalismo de Investigação: o método – a articulação entre o jornalista e o académico;


4-A discussão de soluções organizacionais alternativas (jornalismo colaborativo), passiveis de proteger o jornalismo de investigação;


5-As pressões associadas à investigação jornalística: o caso Watergate e a resistência à pressão;


6-O perfil do jornalista de investigação: o carater, a persistência, a resiliência e subversão;


7-O lucro social e financeiro do jornalismo de investigação: a credibilidade gera receita;


8-A investigação jornalística visual: soluções formais que que comprometem as plataformas visuais com a investigação jornalística;


9-Captação e edição jornalísticas de imagens em movimento.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: