Análise e Teoria Musical - de 1750 a 1815

Objetivos

a) Desenvolver competências técnicas e conceptuais na área da Análise Musical;
b) Conhecer as principais correntes do pensamento teorico-musical no período clássico;
c) Contextualizar do ponto de vista histórico, sociológico e estético os fenómenos musicais relativos ao período em questão;
d) Adquirir um conhecimento aprofundado do repertório musical e músico-teatral do período considerado;
e) Conhecer as metodologias actuais de apresentação e comunicação de resultados da investigação.

Caracterização geral

Código

711021075

Créditos

6.0

Professor responsável

Luís Miguel Lopes dos Santos

Horas

Semanais - 4

Totais - 168

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável

Bibliografia

ALLANBROOK, Wye Jamison, Rythmic Gesture in Mozart. Le nozze di Figaro and Don Giovanni, Chicago and London: University of Chicago Press, 1983.


BONDS, Mark Evan, Wordless Rhetoric. Musical Form and the Metaphor of the Oration, Cambridge, Mass., and London: Harvard University Press, 1991.


COOK, Nicholas, A Guide to Musical Analysis, Oxford: Oxford University Press, 1987.


LARUE, Jan, Guidelines for Style Analysis, New York: Norton, 1970.


RATNER, Leonard G., Classic Music: Expression, Form, and Style, New York: Schirmer, 1980.


ROSEN, Charles, The Classical Style: Haydn, Mozart, Beethoven, New York: Norton, 1972.


ROSEN, Charles, Sonata Forms, New York: Norton, 1988.

Método de ensino

40% de aulas teóricas, 60% de aulas práticas. As aulas teóricas incidem sobre os fundamentos teóricos, conceptuais, analíticos e históricos essenciais para a compreensão do repertório a trabalhar durante o semestre, que é definido na primeira aula. As aulas práticas envolvem a discussão conjunta em torno do repertório seleccionado, tendo em consideração o trabalho prévio sobre os elementos conceptuais e as ferramentas analíticas adequadas. Nesta componente são promovidas as capacidades de análise auditiva (com o apoio de recursos audiovisuais e do piano), bem como as competências para a abordagem à própria partitura. Há igualmente lugar para a discussão de passagens da bibliografia de apoio, dúvidas e outras perspectivas.

Método de avaliação

1.º teste escrito (35%) + 2.º teste escrito (35%) + trabalho individual (30%).

Conteúdo

1. Questões metodológicas relativas à análise da música do Classicismo.


2. O sistema tonal e o vocabulário harmónico característico da música da segunda metade do século XVIII.


3. Introdução à teoria dos tópicos musicais: tipologias, estilos e pictorialismo segundo Leonard Ratner.


4. A abordagem ao repertório musico-teatral do Classicismo: géneros, formas, relação texto/música e tópicos musicais, entre outros aspectos.


5. Os teóricos musicais do século XVIII e a concepção da música instrumental como linguagem. Noções de sintaxe na música instrumental do período clássico.


6. A forma sonata na música de tecla, na música de câmara, na sinfonia e no concerto a solo durante o Classicismo.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: