Temas de Filosofia Contemporânea

Objectivos

a) Mapear uma matriz kantiana na filosofia contemporânea;
b) Conhecer as principais reconstruções da filosofia kantiana nos âmbitos da ética, política e antropologia;
c) Compreender como assuntos especialmente relevantes no séc. xxi têm vindo a ser tratados a partir de abordagens kantianas;
d) Ser capaz de desenvolver investigação inicial no quadro de um eixo crucial da história da filosofia contemporânea;
e) Ser capaz de usar noções e propostas de matriz kantiana de modo rigoroso e construtivo.

Caracterização geral

Código

711031074

Créditos

6.0

Professor responsável

Nuno Vieira da Rosa e Ferro

Horas

Semanais - 4

Totais - 168

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável.

Bibliografia

Habermas, J. (2000), “Human Rights: Global and Internal”, in The Inclusion of the Other [1996]. MIT Press, pp. 165-203.
Kleingeld, P. (2019), ‘On Dealing with Kant’s Sexism and Racism’, SGIR Review 2, pp. 3-22.
Korsgaard, C. (2018), Fellow Creatures: Our Obligations to the Other Animals. Oxford University Press.
Louden, R. (2000), Kant’s Impure Ethics. Oxford University Press.
Rawls, J. (1997), O Liberalismo Político [1993]. Editorial Presença.
Scanlon, T.M. (1998), What We Owe to Each Other. Harvard University Press.
Varden, H. (2015), ‘Kant and Women’, Pacific Philosophical Quarterly 98, pp. 653-694.

Método de ensino

Será suscitada a discussão sobre temas previamente seleccionados, a partir da análise de textos considerados relevantes, indicados na bibliografia. Nesse contexto, os estudantes serão estimulados a apresentar curtos comentários de acordo com os seus interesses específicos. A perspectiva de análise será sempre filosófica, sem descurar a possível articulação com outras áreas das ciências humanas.
O método de avaliação terá por base a qualidade da participação dos estudantes, assim como a apresentação se um pequeno ensaio, cujo tema será previamente acordado com os docentes:

Método de avaliação

Métodos de Avaliação - - apresentação do ensaio e participação nos discussões(30%), - ensaio (máx. 2.000 palavras)(70%)

Conteúdo

Tratar-se-á de uma introdução quer às reconstruções maiores da filosofia kantiana, com destaque para as aportações de Rawls, Habermas e Korsgaard, quer a textos indispensáveis no quadro de uma reflexão kantiana de tópicos que têm vindo a ganhar especial relevância e que convocam as vertentes da ética, da política e da antropologia.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: