Pós-Graduação em Bioantropologia e Arqueologia

Objetivos educativos

Competências gerais: esta pós-graduação proporcionará a aquisição e/ou o reforço de
conhecimentos na interface da Bioantropologia e da Arqueologia. O plano curricular visa a aquisição de conhecimentos na identificação e processamento de remanescentes biológicos humanos (RBH) identificados em contextos arqueológicos de escavação, ou contextos vários de exumação de RBH. Devido à especificidade do tema, e diversidade dos tópicos, este curso uniformiza conceitos e reforça a sua aplicabilidade em campo, laboratórios, museus, no ensino e, ainda, em contextos arqueológicos, cemiteriais ou outros. Os conhecimentos adquiridos poderão ter aplicabilidade imediata em contexto profissional em casos de identificação e ao estudo de RBH em contexto de laboratório e de campo, e à recolha de amostras para análises complementares, e na identificação, curadoria e gestão de coleções de RBH, ou outros, afetas a museus, câmaras, ou outras instituições; conhecimentos para o desenvolvimento de projetos de investigação na área.
Competências Específicas: capacitar o aluno a: 1) identificar elementos ósseos humanos e não humanos; 2) avaliar rigorosamente perfis biológicos e patológicos de RBH; 3) recolher amostras para análises complementares; 4) identificar os métodos e técnicas de escavação de RBH; 5) reconhecer a diversidade dos espaços e das soluções funerárias, dos rituais, gestos e práticas mortuárias, e efetuar o seu registo.

Caracterização geral

Código DGES

PG4

Ciclo

Cursos de pós-graduação

Grau

Pós-Graduado

Acesso a outros cursos

Não aplicável.

Coordenador

Catarina Maria dos Santos Guerra Tente

Data de abertura

2022-09-19

Número de vagas

20

Propinas

1600 Euros/ano

Horários

Presencial Pós-Laboral

Idioma de ensino

Língua Portuguesa

Requisitos para obtenção do grau ou diploma

Créditos totais: 60 ECTS do programa de unidades de crédito obrigatórias. (1 ECTS - European Credit Transfer System = 28 horas de trabalho).

Condições de acesso

As condições de acesso e ingresso no ciclo de estudos refletem as condições estabelecidas na legislação nacional, nomeadamente: - Ser titular do grau de licenciado (1º ciclo), ou equivalente legal; - Ser titular de um grau académico superior estrangeiro, que seja reconhecido pelo Conselho Científico (CC) da NOVA FCSH; - Ser detentor de um currículo académico, científico ou profissional, que seja reconhecido pelo Conselho Científico (CC) da NOVA FCSH. Os candidatos são selecionados e seriados tendo em conta os critérios definidos anualmente no edital de candidatura.

Regras de avaliação

Adota-se o regulamento de avaliação em vigor na instituição de acolhimento. Cada unidade curricular descreve detalhadamente os métodos de avaliação. 1) Para a frequência das unidades curriculares da pós-graduação não são exigidas precedências obrigatórias. 2) A avaliação de conhecimentos tem carácter individual e realizar-se-á no final dos semestres letivos. Serão considerados, na avaliação de conhecimentos, provas finais escritas e/ou orais, trabalhos ou outros elementos de avaliação levados a efeito pelos alunos no âmbito das diferentes unidades curriculares em condições a definir pelos respetivos docentes. O resultado da avaliação será expresso na escala numérica de 0 a 20 valores. 3) Considera-se aprovado numa unidade curricular o aluno que obtenha a classificação final igual ou superior a 10 valores.

Estrutura