Anatomia Osteológica Humana

Objectivos

O objetivo geral desta disciplina é contextualizar a importância do estudo de remanescentes biológicos humanos para a ciência, enfatizando de que forma o conhecimento da osteologia humana é aplicado em contextos de estudos de populações do passado, evolução humana, assim como contextos forenses, ou violência e/ou catástrofes naturais. A bioantropologia é a análise holística, interdisciplinar, epidemiológica e biocultural de remanescentes biológicos humanos, a sua importância em termos científicos é inquestionável. O objetivo geral agrega também a discussão de questões éticas, de curadoria e conservação dos remanescentes biológicos humanos.

No final desta disciplina os alunos terão competências para inferir o perfil biológica de um esqueleto, identificar alterações de natureza patológica, e os principais condicionantes dessa análise. Terão também competências para desenvolver um plano sumário de curadoria de remanescentes biológicos para museus, em condições eticamente aceitáveis.

A disciplina tem como objetivos específicos capacitar os alunos:

  1. Na estimativa do perfil biológico de um esqueleto e/ou elementos ósseos, em campo e laboratório;
  2. Na identificação de alterações de natureza patológica, em campo e laboratório, essenciais na análise do perfil patológico;
  3. Nas principais questões éticas associadas ao estudo de remanescentes biológicos humanos, em diferentes contextos.

Caracterização geral

Código

02107795

Créditos

10.0

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - 280

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A disponibilizar brevemente

Bibliografia

Buikstra, J. E. (Ed.). (2018). Bioarchaeologists speak out: deep time perspectives on contemporary issues. Springer.
Buikstra, J. E., & Beck, L. A. (Eds.). (2017). Bioarchaeology: the contextual analysis of human remains. Routledge.
Buikstra, J. E. and D. H. Ubelaker (1994). Standards for Data Collection from Human Skeletal Remains. Fayetteville, A.K, Arkansas Archaeological Survey.
Katzenberg, M. A., & Grauer, A. L. (Eds.). (2018). Biological anthropology of the human skeleton. John Wiley & Sons.
Ortner, D. J. (2003). Identification of pathological conditions in human skeletal remains. Academic Press.
Squires, K., Errickson, D., & Márquez-Grant, N. (Eds.). (2020). Ethical Approaches to Human Remains: A Global Challenge in Bioarchaeology and Forensic Anthropology. Springer Nature.
White, T. D. & Folken, P. A. (2005). The Human Bone Manual Osteology. Amsterdam: Elsevier.

Método de ensino

A disciplina é composta por uma componente teórica, essencialmente de carácter expositivo. Serão incorporados questionários no decorrer das aulas com o objetivo de testar conhecimentos, e esclarecer dúvidas. A componente prática contém o manuseamento de peças ósseas, montagem de esqueletos e será desenvolvida em grupos de trabalho, promovendo a discussão. No decorrer da análise das peças ósseas e dentes, os alunos preencheram fichas de análise promovendo uma contínua revisão da matéria exposta na componente teórica.

Método de avaliação

Método de Avaliação - Avaliação das fichas de análise da componente prática(30%), Avaliação de conhecimentos em aula via questionário/quizzes(40%), Avaliação de um relatório final de análise de um caso prático(30%)

Conteúdo

O conteúdo programático da disciplina irá focar:

  1. Afeto ao perfil biológico - introdução aos métodos para estimativa da idade à morte;
  2. Afeto ao perfil biológico - introdução aos métodos utilizados na diagnose sexual;
  3. Afeto ao perfil biológico - introdução aos métodos utilizados na caracterização morfológica e osteométrica de material osteológico humano, e sua utilização na estimativa de parâmetros populacionais, tais como a idade, o sexo, a estatura e a ancestralidade e/ou variabilidade populacional;
  4. Afeto ao perfil patológico - noções básicas de paleopatologia e a sua importância na caracterização morfológica dos indivíduos, peças ósseas e identificações de patologia;
  5. Questões éticas associadas à Bioantropologia e Arqueologia;
  6. Principais diretrizes metodológicas para a produção de um relatório técnico de análise de remanescentes biológicos humanos.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: