Diagnóstico e Conservação de Pintura

Objectivos

Este curso foi desenvolvido com o objectivo de introduzir os alunos do 3ano da Licenciatura em Conservação e Restauro, à conservação preventiva de pinturas de cavalete históricas e modernas (maioritáriamente em suportes de tela e painel).

 O principal objectivo é o desenvolvimento das capacidades de observação e avaliação através do ensino da documentação profissional (Relatório de estado de conservação), manuseamento seguro, e do diagnóstico e avaliação do estado de presevação de uma pintura (conceitos de estabilidade/instabilidade).

Os alunos irão adquirir noções básicas sobre os principais materiais e estratigrafia de pinturas tradicionais e modernas, assim como das propriedades físicas e mecânicas da composição da tinta (suporte, camada de preparação e camadas pictóricas, verniz). Para avaliar o estado de preservação/condição da pintura a fim de fazer recomendações para exposição, armazenamento e transporte seguro, os alunos aprenderão as principais causas de deterioração e serão introduzidos às questões éticas e leque de opções para procedimentos históricos e actuais de conservação-restauro. Métodos e técnicas científicas para a investigação/análise de pinturas serão abordados, assim como a apreendizagem de uma foto-documentação adequada, realização de amostragem (micro cortes estratigráficos) e utilização de estereomicroscópios e microscópio óptico.

Caracterização geral

Código

11009

Créditos

6.0

Professor responsável

Raquel de Rocha Marques, Sara Sobral Babo

Horas

Semanais - 5

Totais - 84

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

Guia para a elaboração do Relatório do estado de conservação

The Conservation of Easel Paintings, Joyce Hill Stoner and Rebecca Rushfield (ed.),Routledge, Oxon, UK and New York, NY, 2012

Kirsh, Andrea and Rustin Levenson.  Seeing Through Paintings. New Haven: Yale University Press, 2000.

Dawson, W. Carr and Mark Leonard.  Looking at Paintings:  A Guide to Technical Terms.  Santa Monica, CA: The Getty Museum, 1992.

Supplementary: Gettens, R.J. and George L. Stout.  Painting Materials. New York: Dover, 1966. 

Método de ensino

A unidade curricular é dada em aulas teóricas e aulas laboratoriais. Aulas ilustradas explicam e discutem diferentes tópicos, os pontos são apoiados por estudos de caso. As sessões de laboratório incluem demonstrações de técnicas básicas de preservação, seguidas de trabalhos em grupo para avaliar o estado de cada pintura.

Método de avaliação

Teórica: 1 teste a meio do semestre (50%) + 1 teste no fim semestre (50%).

Prática: Apresentação oral e discussão foto-documentação (20%); Relatório do estado de conservação (30%); Apresentação oral e discussão do relatório do estado de conservação (30%); Participação e desempenho nas aulas (20%).

Nota final: Teórica (50%) + Prática (50%)

Para aprovação da UC, é exigido um mínimo de 10V em cada componente (Teórica e Prática)

A nota do exame de recurso equivale à nota da Teórica, ou seja, substitui a nota dos dois testes.

A nota da Prática é válida por um máximo de dois anos.

Os vários elementos de avaliação e a forma como as notas são calculadas serão apresentados em detalhe a todos os alunos no início das aulas.

Atenção: Na realização de qualquer prova, devem ainda ter em consideração o disposto no nº3 do artigo 10º do Regulamento de Avaliação da FCT NOVA, “Quando for comprovada a existência de fraude ou plágio, em qualquer dos elementos de avaliação de uma UC, os estudantes diretamente envolvidos são liminarmente reprovados na UC, (…).”

Conteúdo

Teóricas: 1-2h com o auxílio visual de powerpoints.  Os alunos são encorajados a colocar questões ao longo das aulas e a pedir clarificação para qualquer conceito ou questão que esteja a ser apresentado. Os powerpoints e publicações/artigos associados a cada aula serão disponibilizados para download.

Práticas: Os alunos terão contacto directo com pinturas reais a fim de desenvolverem as suas capacidades de observação. Irão realizar um relatório de estado de conservação e preparar (ou visualizar) cortes estratigráficos e amostras de fibras no Microscópio Óptico. Poderão vir a realizar foto-documentação com os seguintes tipos de luz: Normal, Rasante, Transmitida, Ultra-violeta (UV) e Infra-vermelho assim como radiografia digital. Serão introduzidos a várias técnicas de diagnóstico/analise utilizadas na investigação de materiais e estado de conservação de pinturas.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: